Pragas no seu bichinho...

Obrigada pela confiança!

Hoje vamos falar sobre pulgas, carrapatos, pragas que podem acarretar muitas doenças a seu animalzinho de estimação.

Controle de pulgas:

Difícil encontrar um proprietário que já não tenha tido problemas com infestação de pulgas seu animal de estimação. Elas se reproduzem numa velocidade assustadora e se não forem combatidas logo no inicio podem causar doenças tanto no cão como em você, seu dono.

Os cães se infestam de pulgas nas ruas. Mas esta é uma infecção pequena. A maior ocorre quando as pulgas saem do animal e fazem a desova (postura de ovos). E na sua casa, minha amiga. Que horror, não?

Importante saber que estas pulgas que põem seus ovos no ambiente e ESTE é o responsável pelas grandes infestações.

Na presença de calor e umidade, os ovos eclodem, viram larvas que se alimentam de poeira e detritos. E viram adultos que atacam animais a procura de alimentos. Assim, seu pobre animal é apenas o culpado indireto por uma grande infestação de pulgas. Seu erro foi trazer a pulga para casa.

O ambiente é o responsável por "produzir" aquelas milhares de pulgas que tiram o sossego dos cães e de seus donos.

Sabendo disso, concluímos que tratar apenas o animal (cão ou gato) numa grande infestação é um erro. Você estará matando algumas pulgas. A maior quantidade delas está nas frestas do piso, pilhas de papéis, tapetes e carpetes, na forma de ovos, larvas ou pulgas adultas.

No ambiente: dedetização, 2 aplicações com intervalos de 4 semanas, ou uso semanal, no ambiente, de produtos anti-pulgas da linha veterinária (consulte o seu veterinário), até acabar com a infestação. Uso muito o Butox (1 ampola diluída em 20 litros de água.

No animal: banhos anti-pulgas semanais e aplicação de produtos anti-pulgas tópicos de longa duração, ou a critério do seu veterinário.

Gosto muito do Frontline (e não to recebendo nada pra dizer isso hahaha. 

Quando da primeira aplicação, devemos usar o spray. Depois, fazer a manutenção a cada mes com a pipeta. Não pense que estará economizando utilizando primeiro a pipetinha de Frontline. Você gastará em dobro depois, comprando o spray, pois porque não haverá tanta eficiência.

Uso da seguinte forma:

Primeiro, o cão deve estar com o pelo “sujo”, ou seja, se você deu banho hoje, espere 1 semana para a aplicação.

Coloque o animal numa bancada alta e mãos a obra: 

Aplique o Frontline Spray no sentido contrário dos pêlos. Com o auxílio de luvas, esfregue a pele e os pêlos. Você estará facilitando e garantindo uma devida aplicação. É necessário que se molhe com Frontline Spray toda a pele e pêlos do cão. Depois, deixe o animal secar naturalmente. Não use toalha para não retirar com ela parte do produto. É errado apenas borrifar o produto em algumas regiões do corpo do cão, ou apenas umedecer levemente os pêlos.

Pipeta: Levantar os pelos da nuca do cão e colocar todo o líquido que vem na pipeta.Simples assim.

Controle de Carrapatos:

O carrapato, após abandonar os hospedeiros (cachorros, cavalos, boi e até o homem), passa 90% de sua vida no ambiente. Além de acarretar doenças aos animais domésticos – como dermatite alérgica, viroses, salmonelose e peste bubônica – pulgas e carrapatos podem também transmitir vírus e bactérias ao homem. Por isso, a limpeza e higienização de todo o ambiente onde os animais domésticos circulam são fundamentais para garantir a saúde e o bem-estar de toda. Para evitar a infestação ou agir para o controle de pulgas e carrapatos, é necessária uma ação conjunta de tratamento do animal e do ambiente. A lavagem semanal de objetos como panos, cobertores e brinquedos é uma das formas de precaver a infestação de pulgas e carrapatos nos ambientes.

Infelizmente, não há nenhum esquema de tratamento preventivo. Se o cão frequenta áreas infestadas por carrapatos, ele certamente irá pegá-los. Regiões com vegetação em sítios ou fazendas, são os lugares mais comuns. Porém, existem muitos casos de pessoas que tem problemas com carrapatos dentro de seus canis ou quintais. Às vezes, num passeio a uma praça ou parque, o cão pode se infestar.

Assim como as pulgas, o carrapato não é um problema só do animal, mas sim do ambiente. O carrapato, em todos os seus estágios de vida (desde larva até adulto), é muito resistente. Assim, combater o carrapato é difícil.

Você pode eliminá-lo do cão facilmente com banhos carrapaticidas, porém, o inimigo que você não vê, ou seja, os ovos e larvas, estão no ambiente e nele sobrevivem durante muitos meses. Assim, muitos são os casos de proprietários que vivem combatendo o carrapato no cão, mas nunca conseguem exterminá-lo por completo.

Um outro detalhe é que os carrapatos colocam seus ovos na vegetação e também em frestas das paredes e piso. Dessa forma, todos esses lugares tem que ser tratados e não os cães somente.

Um combate eficaz ao carrapato inclui:

No animal:

Animais de pêlos longos devem ser tosados no verão, época em que o calor e umidade fazem com que a incidência de carrapatos aumente muito;

Produtos carrapaticidas de longa duração, em gotas para aplicação tópica (local) ou spray, podem ser aplicados, a critério do veterinário. Novamente o Frontline deve ser usado, da mesma maneira como explicado acima.

No ambiente:

Uso de carrapaticidas: aplicar nos canis, casinha dos cães, em plantas e canteiros, atentando para frestas nas paredes ou pisos e ralos. Repetir o tratamento a cada 15 dias.

Importante:

Filhotes, fêmeas gestantes e gatos não devem ser banhados com produtos carrapaticidas.

CONSULTE O VETERINÁRIO antes de usar qualquer produto.

Um beijo e até a próxima semana!

Ana Cristina C. Quevedo

Categories:

6 Responses so far.

  1. Hestia says:

    Pense em uma coisinha ruim de acabar é o carrapato!! fica fazendo o animal sofrer!! interessante que tem uns cachorros que não tem neh?
    já outros..tadinhos!!

  2. Marilia,

    Uso frontline no Ziggy e é o que salva a lavoura...adorei seu post...
    Excelente sexta-feira, feliz domingo Dia das Mães!
    Beijos*

  3. lise says:

    hi girls, uso o frontline na susi e na xuxa lá em casa, mas dias atrás a susi começou a ter feridinhas no couro, a xuxa não, levei em três veterinários para ter certeza e todos me falaram que era berne, gente, berne??? como assim, minha filha com berne?? ela tem vida de rainha, só fica no pátio e dorme comigo, como assim, de onde? enfim, o tratamento foi passar uma mistura de banha e enxofre em toda ela, GENTE!!!!! Vocês não fazem idéia do drama que foi... ela teve que ficar fora de casa uns 3 dias, sem poder entrar, o cheiro é tenebroso,e depois de tudo ainda ficou vomitando aquela pasta amarela por uns 2 dias, mas sarou, isso é o que importa, o veterinário disse que ela ia sofrer por uns 2 ou 3 dias e depois estaria nova, bem mais rápido e barato que medicamentos, beeeeeeeeem, é isso, aquela criatura ta me chamando para brincar de bolinha agora, por isso, fuuuuuuui

  4. Hummm, carrapato no gato dá uma doença fatal.Acho que no cachorro também. Não tem cura.Se teve carrapato, olhe sempre as gengivas do bichinho e corra no veterinário se estiver inchada.
    Outra coisa: Banhos com Febo, aquele antigo, preto com cheirão de rosas, afasta as pulgas. Essência de rosas nas caminhas também e é tudo de bom. Como cachorrinhos saem para passeios eles retornam com pulgas novamente. Então.....muito cheirinho de rosas antes de passear, tá?
    Bichinhos com cheirinho de rosas não têm pulgas.
    Beijos

  5. Hummm, carrapato no gato dá uma doença fatal.Acho que no cachorro também. Não tem cura.Se teve carrapato, olhe sempre as gengivas do bichinho e corra no veterinário se estiver inchada.
    Outra coisa: Banhos com Febo, aquele antigo, preto com cheirão de rosas, afasta as pulgas. Essência de rosas nas caminhas também e é tudo de bom. Como cachorrinhos saem para passeios eles retornam com pulgas novamente. Então.....muito cheirinho de rosas antes de passear, tá?
    Bichinhos com cheirinho de rosas não têm pulgas.
    Beijos

  6. VAN says:

    Oi:

    Boas as dicas! Aqui em casa são três gatos!!!!
    Beijos

Leave a Reply

Comentários são muito bem vindos, sempre, a opinião mesmo que contrária será sempre respeitada. Porém aqueles que fugirem às regras do respeito mútuo não serão publicados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.