MÃE, DONA DE CASA, ESPOSA E BLOGUEIRA! UFA!


Meninas, copiando um pouco a idéia da Roberta do E isso é glamour?, sobre a impressão de ser dona de casa, mãe e ainda ter um tempinho de ser blogueira. Eu sei que muitas de vocês trabalham fora, dão um duro danado durante o dia, chegam em casa, têm de botar ordem nas coisas, ver milhares de coisas: filhos, marido, casa e etc. e ainda reservam um tempo pra postar nos seus blogs, admiro muito essa rotina e essa dedicação.

Não é muito diferente de nós as famosas "Donas de Casa". Um pouquinho da minha rotina: acordar às seis para colocar o maridão para trabalhar, sim colocar, porque marido nunca consegue achar aquela camisa, aquela meia, aquela calça, enfim nada, depois enquando a Gi está de férias, colocar ordem na bagunça do dia anterior, ver a comida do dia, roupas sujas, roupas limpas, limpar, lavar, cozinhar, tudo que acaba em ar e mais um pouco e ainda colocar as idéias em prática e postar nos blogs. A rotina pode não ser a mesma, mas o trabalho e as preocupações são iguais.

Eu gosto de trabalhar em casa, apesar de durante anos ter estado em ambiente corporativo eu decidi por isso depois da gravidez da Gi, queria sempre estar junto dela, e sempre junto do Sr. dos Anéis. É muito prazeroso ele chegar em casa e me contar o seu dia e eu contar o meu, apesar de parecer que não há muitas novidades em nossa rotina "Do Lar", há sim, coisas acontecem o tempo todo. Apesar da maioria das pessoas me dizer que o trabalho em casa não é valorizado, sei que é, sei que há um sindicato das Donas de Casa escondido por aí, é tipo um associação não divulgada que nem a gente sabe aonde é, mas sabe que há solidariedade entre nós.

Admiro a força de quem sai de casa todos os dias pra trabalhar, sei que vocês devem, apesar de gostar de trabalhar fora, sei que lá fundo deiam um pouco de vocês em casa, e durante o dia há sempre a preocupação do que está acontecendo, parte da cabeça no trabalho e a outra parte em casa.

Então acho que na verdade não há divisão entre classes, ser mulher é ser mulher, seja trabalhando em casa ou fora, nossas preocupações nunca mudam, nossa força está nesse sexo que Deus escolheu para nós que apesar de ser chamado de frágil, e às vezes a gente apelar um pouco pra isso quando precisa, não temos nada de fragilidade. Quando o marido sente alguma coisa quem resolve é a gente, a lista de compra está na nossa mão, a da farmácia também, levar o(a)s babys no médico, escolher a escola, e tudo que envolve nossa família, a última palavra é sempre a nossa, pode-se até ser de consenso.

Vamos nos admirar, vamos nos valorizar. O poeta escreveu: Se eu não me gabo, quem é que vai me elogiar? (Mário Quintana)

Beijos admiradores.

Categories:

5 Responses so far.

  1. oiii frô de maracujá! Já estou te seguindo,e está linkada tb! Mto fofo seu blog :P beijos!

  2. ooo fia, passa la no meu brog, tem um selinho da amizade esperando por vc! Tem que dar pra mais 5 brogs amigos :P

    Beijos!

  3. Sexo frágil, não foge a luta!! Muito bom isso amiga, é a pura verdade, mesmo sabendo que a qualidade de vida financeira seria melhor se estivesse trabalhando fora, tem algo que me puxa ainda para casa, logo o Pandinha vai estar maiorzinho e dependendo menos de mim, aí talvez seja o momento de bater minhas asas para fora!! Um grande beijo!!

  4. Eliane says:

    Marilia eu trabalho na empresa da familia desde os 16 anos, eu não sei lavar roupa , passar menos ainda, das panelas até que cuido muito bem. Vejo todos os dias minha mãe nessa luta diaria ela administra a casa, nós e até um pouco da empresa, Foi o homem que inventou essa de sexo fragil ( vai tirar um caco de vidro da palma da mão deles, pra ver o escandalo) nos somos é guerreiras pois aqui em casa quem resolve os pepinos somos nós. E viva o sexo fragil!!!!!

  5. Eliane says:

    Menina então não sei como é isso, aqui também acontece. E a sogra quer que eu case mas quando eu levar o filho dela embora o troço vai feder. ela vai espernear. precisa ver quando eu digo que um dia vou viver junto ela bufa!!!! kkk ela não sabe o que tou armando. beijos.

Leave a Reply

Comentários são muito bem vindos, sempre, a opinião mesmo que contrária será sempre respeitada. Porém aqueles que fugirem às regras do respeito mútuo não serão publicados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.