Por uma questão de sobrevivência e renascimento


Esses dias eu estava passando pelos canais quando vi minha querida atriz Araci Balabanian em uma entrevista no programa da Ana Maria Braga (é é é eu tb vejo, atirem a primeira pedra, totalmente isenta de preconceitos televisivos ok? Esclarecido?). Nesta entrevista eu soube que a mesma perdeu tudo em um incêndio em seu apartamento em 1994 sobrando-lhe só a roupa do corpo e uma foto com o Ney Latorraca que ela conseguiu salvar dos escombros. Quando perguntada sobre o assunto ela disse: "Eu na época me perguntei e perguntei à Deus porque comigo? Que tipo de provação ou descoberta eu tinha que ter? Para testar se tenho amigos? Eu sei que os tenho. Para testar se tenho força? Eu sei que tenho. Sim eu achava que sabia de tudo, mas pude descobrir que o tudo que eu achava era muito pouco. Eu descobri que tinha muitos mais amigos que imaginava e uma força além da que achava que tinha ... E continua: Uma vez nossa querida e saudosa Nair Belo perguntou ao também saudoso Chico Xavier, quando perdeu o seu filho: Porque eu? E ele respondeu: Nair, porque não você?
Ou seja, será que ela realmente desejaria ter sido filho de outra? Acho que não!
Nesse breve, não tão breve post, EU GOSTO DE ESCREVER PRA CARAMBA, eu tive um flash, lembram que minha casa também pegou fogo? Claro que nos primeiros momentos ficamos muito chateados pelas perdas materiais, claro somos humanos, mas com o tempo ficamos muito mais chateados ainda quando vimos que tínhamos perdido o rumo. É perdemos o rumo porque colocamos nosso suor e idéias no nosso cantinho que tinha acabado de ser construído. As cores muito loucas que eu tinha inventado pras paredes, os desenhos super originais que o Sr. dos Anéis fez para as paredes, os enfeites de artes manuais que eu pegava dos blogs de decoração e arte manual  e passava pra ele e ele copiava (é meninas de blogs de decoração e arteiras em geral é ele quem faz!!). Tudo isso nos fez perder o rumo. Coisas simples, mas tão caras de sentimentos pra gente.
Mas passou, e eu passei e nós passamos por isso.
Agora já são outras cores (muito mais loucas ainda), mais artes pelas mãos dele tiradas das nossas queridas blogueiras de decor e arte.
Então passei, claro que ainda há resquícios do fogo, talvez para que nos lembre do episódio e saber que um dia passamos por isso, mas nós tivemos que retirar, raspar, limpar e refazer tudo. Mas passou. Foi como um renascimento por questão de sobrevivência.
Sinto que há uma necessidade em mim de renascer de tempos em tempos, seja por causa de alguma situação, ou alguma inquietação mesmo, é eu tenho o DNA da inquietação.
E é assim com tudo que faço.
Ou por uma questão de sobrevivênvia ou por uma questão de renovação.
E com vocês é assim também? Ou já tiveram que renascer por algum motivo?

Categories:

15 Responses so far.

  1. Má, nao passei por um incendio real, mas diria que perdi absolutamente tudo que tínhamos na busca de um sonho de morar fora, voltamos sem nada, sem emprego, sem grana e sem casa, e pior, o tinha ido conosco, 500kg!! Ficou preso na receita federal, pois nao pensamos que iamos ficar menos de 6meses fora e com isso nao fizemos uma lista na saída. Foi um momento horrivel e até hoje penso que estou ainda remendando os caquinhos disso tudo, sempre fica uma cicatriz, mas ao mesmo tempo, tudo isso me trouxe até aqui, e estou viva, temos tudo que precisamos, os 500kg ficaram prá trás como uma lembrança boa, dói prá cacete, mas nos dá força e uma certeza de que sempre podemos contar com amigos de fé e com a familia e que somos seres preparados para o que der e vier, isso fortalece!! Agora chega, ou vai virar um livro!! Beijos

  2. Uau... acordei com seu post...
    e fico pensando em quantos renascimentos vivemos ao longo do tempo. Ontem mesmo estava comentando com meu marido a respeito de quantas vezes eu abandonei tudo o que estava fazendo pra recomeçar. Me vejo sempre recomeçando. Graças a Deus nunca tive que passar por uma situação drástica, mas acretido que mesmo em situações menos impactantes os recomeços tem sua importância. Grata pelas palavras.

  3. Menina... vc é mesmo uma guerreira!

    Eu precisei renascer algumas vezes, por conta de decepções, nunca por causa de desastres e o bom é que essas coisas fizeram com que eu me descobrisse cada vez mais, me fizeram ver que não sou tão forte que não possa desabar em lágrimas, nem tão frágil que não possa carregar a minha dor e seguir em frente.

    Um Xero!

  4. olha,eu acho que nunca passei por nada parecido,pelo menos não me recordo,até porque sou nova,mas acredito que não estarei isenta,muito pelo contrário,é agora,a partir do ano que vem,faculdade e uma vida independente que vou ter que aprender a sobreviver e renascer.tomara que eu saiba como fazer tudo isso...bjkixxxxxxxxxxxxxxxx

  5. Oi Marília

    É verdade renascemos muitas vezes superando os acontecimentos da vida , muito bom o seu post ,li inteirinho ameii.


    bjo
    Flá

  6. Ah! Filha, que isso? Eu tmb assisto (qnd dá) Ana Maria Braga!!

    Mas voltando ao post... não assisti essa entrevista, mas o seu post fez eu refletir bastante. Cara, renascer é bom, e não deveríamos esperar uma coisa ruim (ou muito ruim) acontecer para que possamos renascer, reviver, aprender, melhorar...

    Eu lembro sim do seu episódio, e sei que tirou de letra, e nessas horas, mais que amigos e familiares, precisamos de nossa própria força!

    Queria ter visto essa matéria!

    Bjokas flor!

  7. que post lindo, inspirador, eu já passei por muitos mmentos em que tive que me reerguer, me jogar de peito aberto na vida e dar a volta por cima, acho que isso é aprendizado, conseguencias da vida.Muito bonita a força do ser humano em recomeçar , em se sueprar.

  8. Acho que esses momentos de renascimentos são tão doloridos quanto importantes. Nunca passei parcido, graças a Deus, mas vc ao falar de renascimento me lembra de uma fase que estou passando agora, que é mto difícil e que tenho certeza que só eu posso me ajudar agora. É tão bom a gente vê que as pessoas conseguem superar tudo isso e ser feliz, é um ótimo incentivo e testemunho de vida. Parabéns!

  9. Carolina says:

    Vc é demais garota. Belas e verdadeiras palavras!!! Tenha um abençoado final de semana. :)

  10. Amandinha says:


    eu tb ja tive que renascer varias vezes, e vc sabe que isso é bom, pois ajuda a nos enxergar melhor o passsado e ter forças pro futuro.....
    bjs
    amandinha

  11. Oi querida, eu não sabia que vc já tinha passado por isso!!! que bom que vc teve forças para recomeçar, fico muito feliz!!!
    As vezes a vida vira uma loucura, mas como disse o sábio Chico: Por que não você?
    A gente só não pode desanimar que tudo sempre dá certo!!
    beijão
    www.sermulhereomaximo.com.br

  12. Bom dia, Marilia ! Que post legal , eu ainda não passei por nada tão traumatizante, aliais, não posso reclamar nada da vida, porque sou dessas pessoas privilegiadas, as vezes me dá até medo do que virá depois de tanta felicidade. Fiquei muito admirada da sua garra , parabéns!
    Beijos.

  13. Magaly says:

    Quando a estrada que escolha para seguir me faz sofrer, me faz chorar, me faz triste por muito tempo ...eu não sinto vergonha de voltar e recomeçar em outra estrada...afinal não foi esse o sinal que Deus falou que iria nós dar...quando estivessemos no caminho errado...
    "Tua estrada é onde esta teu coração"
    Meus parabéns pelo post...

  14. Aqui em casa também passamos por isso. Eu estava no trabalho. Sai do escritório feito louca, não peguei dinheiro, bolsa correndo e sai chorando pelas ruas,a sorte é que trabalhava uma amiga que tambem mora no mesmo bairro que eu; pegou tudo que deixei pra traz e me acompanhou até em casa. Muito preocupada com minha filha na época com 3 anos e meu pai; mas, não com minha mãe. Minha mãe era uma pessoa que não se desesperava, não agia sem pensar,mas, meu pai assim como eu, tão calmo e centrado, mas, nos momentos de extrema pressão é capaz de atitudes sem lógica alguma.Enfim, perdemos quase tudo. Mas, lembro bem da minha mãe dizendo: "Eu quero reformar tudo mesmo! Agora é só começar!!" Essa era minha mãe. Não importa o que aconteceu, vamos fazer isso, isso e isso!
    Nossa como minha mãe faz falta!!!!

  15. Lindo texto...é semrpe bom lermos algumas coisas que nos fazem pensar não é? Cuidar de nosso interior faz toda diferença. Amei!

Leave a Reply

Comentários são muito bem vindos, sempre, a opinião mesmo que contrária será sempre respeitada. Porém aqueles que fugirem às regras do respeito mútuo não serão publicados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.