Mãos Vazias.... Por Jac Bagis


Mãos Vazias

Uma vez, fui a um evento onde o grupo de música na qual eu fazia parte foi convidado a cantar e chegando lá fiquei sabendo que as igrejas ali presentes iam fazer apresentações de música e uma de teatro. Eu não via a hora de começar a peça (amo assistir teatro!). O nome da peça era “Mãos Vazias”. Confesso a vocês que achei o nome estranho...

Quando começou a peça, a história se desenrolava como o fim do mundo e Jesus chamando algumas pessoas pelo nome e perguntando o que ela tinha nas mãos. Umas falavam que haviam entregado sua vida a Jesus e que tinha ajudado ao próximo e levado muitos aos pés do Senhor, outros disseram que aceitar Jesus e seguir a vida que era almejada por Deus para eles era muito difíceis, mas perseveraram e continuaram, e sempre Jesus terminava o diálogo dizendo: “Servo bom e fiel, entre agora para as bodas do Cordeiro”.

Tudo ia muito bem, muito bonito, até que Jesus chamou uma tal de Vanilda que não respondia ao chamado. Até que, na terceira vez, ela atendeu. Falou que não suportava os cristãos, que eles eram caretas e certinhos demais, que ela gostava mesmo de curtir a vida adoidado, que tinha muitos bens e nunca quis ajudar o próximo porque os outros tinham que se virar pra se sustentar, que não tinha entregado a sua vida a Jesus porque queria viver e curtir a vida, mas naquele momento ela tinha visto que nada do que fez valeu à pena, porque havia ganhado a vida e perdido a sua salvação. Bom, o desfecho desta história você já deve imaginar.

Não, não quero falar de religião aqui e não se preocupe porque não vou falar de nenhuma igreja, credo, religião. Mas foi confirmar algo que a Marília já disse aqui no blog e hoje, após assistir um programa de televisão que me deixou muito fula, não pude me calar. Jesus era homem e Deus disse: “Amarás a Deus sobre todas as coisas e o teu próximo como a ti mesmo”. Amar a Deus acima de tudo, de tua família, de teu serviço, de teus hobbys... Oh, quantas vezes colocamos tantas coisas no lugar ou na frente de Deus. E quantas vezes só lembramos d’Ele nas horas mais difíceis, clamamos ajuda e quando Ele responde, nem lembramos de agradecer... E o próximo? Temos amado as pessoas que estão ao nosso redor como amamos a nós mesmos?

Ontem de manhã, eu estava assistindo a um programa direcionado às mulheres que me reservo ao direito de nem mencionar o nome do programa, nem o nome da apresentadora, mas se você quiser saber quem é se não assistiu, é de uma loira com uma ave. Ali, passou uma história de uma mulher que ao assistir seu programa há anos atrás, pegou uma receita de biscoito e se dispôs a fazer, muitas vezes errou e perdeu massas e mais massas, mas perseverou até acertar. Foi tão bem no negócio que começou a inventar as próprias receitas e lá em Minas Gerais ela é um sucesso de vendas. Mas com os anos, as forças do braço para sovar a massa, modelar os biscoitos, lhe trouxeram dores. Sofre com duas hérnias de disco, uma tendinite no ombro esquerdo e um outro problema na coluna que não me lembro agora. O filho enviou um e-mail ao programa relatando o sucesso e o drama da mãe que com os biscoitos sustenta a família e que eles precisavam de uma máquina para sovar a massa e um forno novo, pois o deles estava quebrado e a porta só permanecia fechado com uma estaca amparado. O filho dela iria pra faculdade e não poderia mais sovar a massa dos biscoitos pra mãe e ele não estando presente, ela teria que parar. Eu achei a história fantástica! E fique ali, emocionada, me corroendo esperando a hora que a apresentadora diria: “Fulana, você acaba de ganhar o seu forno e a sua máquina, você não vai precisar parar de trabalhar!” >

Sabe o que aconteceu? Não aconteceu nada disso. Fiquei indignada! Será que esta apresentadora não podia conversar com os seus patrocinadores para ajudar, ou quem sabe mesmo ela doar o que a mulher precisava? Claro que podia! Podia mas não fez.

E cada vez mais, vejo que quem faz é aquelas pessoas que compartilham ou já compartilharam da mesma dor, da mesma situação. Eu não sou rica, gostaria de ser porque sempre eu tenho uma amiga que está enfrentando um momento difícil e gostaria de poder ajudar mais, não só com o que tenho. E me sinto bem e feliz com isso, e Deus tem sim me abençoado muito com esse pouco que ajudo. Mas sei também que não é só o financeiro, hoje muitas pessoas estão precisando é de atenção, de alguém para escutá-las. Como nos dias de hoje tem pessoas com problemas de depressão! Tristeza muito profunda, que só quem passou sabe o que a pessoa está enfrentando. Quantas pessoas estão passando aperto nas suas casas? Só quem sabe, quem passou pela mesma situação.

Hoje eu me lembrei de um casal muito amigo que está em São Paulo, que fez por nós algo que nunca meu pai faria por nós. Estava preparando os comes da festa de um ano do Claudinho, meu filho do meio, e por volta das 23h00minhs percebi que meu gás acabou. Liguei pro entregador e ele me disse que se eu tivesse ligado um minuto antes, entregaria o gás, mas ele já havia encerrado expediente. Fiquei preocupada porque o Claudinho pedia mamadeira de madrugada, então tive a brilhante idéia pra pedir pra essa amiga ferver bem o leite porque, de madrugada, ele não estaria gelado. Liguei pra ela, pedi e ela pediu que eu aguardasse um pouco. Quando eu vi, o marido dela estava no portão com o botijão deles, e eu sem graça perguntei: “O que é isso?”, ao que ele respondeu: “No que depender de mim, criança nenhuma toma leite gelado!”, pegou o meu botijão vazio, colocou o dele e foi pra casa. Tenho muitas saudades deles, porque não foi só uma vez, foram várias que eles socorreram a minha família e eles tinham menos que a gente.

Meninas, se vocês têm nas mãos use-os para ajudar. Ajudar faz bem pra alma, pro coração e você pode ter certeza que você será recompensado. Lembre-se: quem planta muito, colhe muito; quem planta pouco, colhe pouco; quem não planta, não colhe. E aí, o que você tem nas suas mãos?

Beijos e até a próxima semana!

Jac Bagis


E não deixem de participar dos sorteios:



Coisas da Gigi e Dany Padilla aqui. Últimos dias, não percam! 

 Sorteio Coisas da Gigi e Désir Essentiel aqui.



 Coisas da Gigi e Maria Balsanuff aqui.


Categories:

9 Responses so far.

  1. Bia Abreu says:

    Nossa ... perfeito!
    Mas é assim mesmo , quem ajuda somos nós que tb não temos ou temos pouco... Quem tem soh ajuda quando há algo mt grande em troca p ganhar, pode ser publicidade , desconto em imposto... etc...
    Foi por isso q jesus disse q era mais facil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus....

  2. Mayara says:

    Jac, não vou falar nenhuma mentira aqui, pois nem posso mentir, mas sinceramente seu texto me fez chorar. Você é uma pessoa abençoada por Deus linda e eu creio que Ele tem muito mais na tua vida do que você possa pensar ou imaginar. Muita gente ainda se faz egoista no mundo, mas não pensa que um dia pode precisar e como não plantou nada, vai colher coisa alguma. Oro todos os dias à Deus pra que abençoe meus trabalhos, minha vida, a empresa do meu marido, mas não pra me engrandecer e sim engrandecer o nome daquele que é o único digno de louvor, glória e majestade, JESUS! Peço sempre pra ser mais abençoada pra poder abençoar mais as pessoas, e tenho muitos testemunhos de pessoas que eu ajudei, socorri e muitas vezes dei dinheiro mesmo num aperto pra abençoar e Deus me deu muitas vezes mais. Teve uma vez que recebi 200 vezes mais o que tinha plantado na vida de um casal e sei como Deus é fiel nessas coisas quando somos fieis com Ele. Linda, você é uma pessoa ímpar e que Jesus continue na sua vida e sinta-se cada dia mais amada por Ele, porque você é muito especial. Deus te ama como se só houvesse você no mundo pra Ele amar, nunca esquece disso.

    Bjus.

  3. Mais um texto perfeito da Jac! Parabéns!

  4. Ro says:

    Jac , arrasou Beesha!
    É só o pobre para ajudar o pobre.
    A compaixão e a solidariedade , fariam um mundo bem melhor para todos nós vivermos.
    Mil beijos.

  5. Disse tudo Jac! Eu me decepciono com muitas pessoas sabe, e ao você relatar da apresentadora com a Ave, hoje pela manhã essa mesma criatura dizia a essa ave "Apostamos na pegadinha um jogo de vídeo game".. quando a ave diz "sou pobre" ela responde "que isso, são só R$200,00".
    Sinceramente? DUZENTOS REAIS é o preço que gasto com parte da compra do mês!
    E ela não poderia dar uma força para uma senhora que a muito custo (custo até de saúde) tenta manter o ofício? Até a gente... simples blogueiras, sempre que dá a gente divulga as amigas, é ou não é?

    Gesto lindo o dos teus amigos em lhe ceder o gás! Realmente tem coisas que nem nossos familiares fariam e vem alguém de fora e nos estende os braços. Lindo!

    Amei viu

    Beeeeijos
    Ara

  6. Hestia says:

    Fiquei emocionada com seu texto Jac
    é muito raro mais ainda existem pessoas solidárias como esse casal de amigos que vc sente saudades! vivemos em um mundo de pessoas egoístas e sem tempo!!

  7. Jac Bagis says:

    aliás, acho q daqui pra frente as pessoas ainda ficarão muito mais egoístas, pq é isso q muitos pais tem incentivado aos filhos "o que é meu, é meu, o que é seu é meu tbm"

    vamos fazer a nossa parte... sim, uma andorinha só não faz verão, mas se todas se unirem sim farão

    bjs a todas... amo vcs!!!!

  8. lindo texto para refletir e colocar em prática!

  9. Ótimo para refletir né...Dali Jac.


    Bjokss ótimo FINDS

Leave a Reply

Comentários são muito bem vindos, sempre, a opinião mesmo que contrária será sempre respeitada. Porém aqueles que fugirem às regras do respeito mútuo não serão publicados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.