Mãe... Por Jac Bagis


Mãe é uma pessoa que ama incondicionalmente os filhos, não importando que idade tenham ou o que façam. Mãe ama e ponto.

Mãe é uma pessoa que na infância é o ser mais amado, admirado e respeitado pelos filhos. Para os filhos, a sua mãe é a mais linda e perfeita do mundo, não importando se é alta, baixa, gorda, magra, feia, bonita... A sua mãe é a mais linda e ponto. Mãe é uma pessoa que na adolescência é um ser mais odiado, incompreendido. A mãe impõe ou quer impor horários, regras, normas... E o adolescente quer liberdade. Ou libertinagem... Mas, na fase adulta a mãe passar ser compreendida e respeitada.

Não sei se com todas foi assim, mas pra mim foi. Quando pequena, pra mim só existia minha mãe, quando aprendi a ler e escrever, fazia vários bilhetinhos “Mãe, eu te amo!” “Você é a melhor mãe do mundo!” “Minha vida sem você não tem sentido!”... Quando entrei na adolescência eu queria sair, ir para os mesmos lugares que minhas amigas e colegas, usar as mesmas roupas, fazer as mesmas coisas... “Ih, mãe, lá vem você me encher o saco...!” “Ah, não mãe, eu quero ir, você não pode me proibir!” “Mãe, você é uma chata!”...

E daí, me tornei uma mãe. Passei a compreender o que é ser mãe. Antes, eu dormia até tarde, dormia a noite toda, acordava e meu café já pronto na mesa, o almoço pronto meio-dia, a roupa passada, casa arrumada, sem preocupar com contas a pagar... Tornei-me mãe, passei a acordar cedo, passar a noite em claro quando os filhos estão doentes, a preparar o café da manhã pra eles, o almoço, a me preocupar com as diversas contas... Passei a ver que ser mãe não é fácil, mas é muito gratificante e louvável quando se é uma boa mãe. Enquanto digito este texto pra vocês, meu coração está apertado porque meus filhos mais velhos estão no hospital com o pai e não recebo notícias deles a mais de uma hora, não sei se é suspeita de dengue, mas oro a Deus que independente do que for que ministre a cure sobre a vida deles... Enquanto digito, o meu caçulinha está passando a mão no meu cabelo, abraçando meu pescoço e falando “Mamãe, mamãe...”, me beijando... Na fase que ele está, o mundo todo gira em torno dele, inclusive eu... 

Enquanto digito, lembro da minha mãe que está longe de mim e me lembro de tudo o que passamos juntas como mãe e filha, as coisas boa e ruins. Ainda bem que a compreendi e reconheci enquanto ela está viva e posso dizer isso a ela. E digo a vocês, que se eu me tornar metade da mãe que ela é, eu serei uma grande mulher.

Filhas, abracem e beijem suas mães, demonstrem a ela todo o amor que você sente, homenagens a quem quer que sejam feitas devem ser feitas quando as pessoas se encontram em vida. É muito bom presenciar a reação daquelas pessoas que nós amamos!!! Se você ainda não presenciou, tente hoje, não espere pra depois.

Desejo a todas as mães um feliz dia. Todos os dias são nossos e não apenas o segundo domingo de Maio!

Beijos...

Categories:

13 Responses so far.

  1. Que belo texto, gostei muito

    Beijo

    =)

  2. Jana says:

    Nossa que lindo!!
    um relato da minha vida rs...
    amei amei!!
    bjinhu
    =D

  3. Beta says:

    Lindo o texto!!!

    bj

  4. Lindo, Marilia!
    Antecipadamente te desejo um Feliz Dia das Mães, ou melhor, uma Feliz Semana das Mães!
    Grande beijo,
    Cris*

  5. Jac Bagis says:

    Marilia, não sei quem escreveu este texto... mas ele é lindo! e a escritora tbm!



    ahahahahahahahahahahahhahah

    beijos

    =*

  6. Leticia says:

    Fiquei emocionada com o texto...
    Beijos
    lelê

  7. Lindo o texto. Parabéns!
    Bjkas

  8. claudia says:

    A verdade verdadeira é que podemos até amar a nossa mãe,mas saber o quanto devemos a ela isto apenas quando nos tornamos mães também...

  9. Bia Abreu says:

    Q lindo!!
    Deu até p se emocionar

  10. Ro says:

    Jac , já dizia minha mãe:
    -Quem tem mãe , tem tudo!
    Só fui compreender isso na totalidade , depois que a perdi.
    Abrace mesmo e beije muito , é pouco ainda perto do que elas merecem.
    Mil beijos.

  11. Que lindo Jac é bem por aí mesmo!! hehehehe
    amei
    bjssss

  12. Nossa que post lindo viu, estou aqui emocionada! Hoje apesar de não ter sido mãe, sei exatamente tudo o q vc disse e é verdae. sempre digo para minhas amigas aproveitam suas mães, falem muito pra elas como elas são amadas e importantes, nunca é demais, pq a falta é terrível, não importa qta antes se tenha, é um vázio muito ruiim. hoje eu estou pra baixo, tava me perguntando pq, aí lembrei tá chegandoo dia das mães, sempre fico assim... mas passa né?
    adorei o texto
    bjsjsjsj

Leave a Reply

Comentários são muito bem vindos, sempre, a opinião mesmo que contrária será sempre respeitada. Porém aqueles que fugirem às regras do respeito mútuo não serão publicados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.