Filhos: Espelhos dos Pais

Eu ando muito preocupada com o destino de nossas crianças. Ando vendo muitas crianças sendo tratadas como adultos, ou simplesmente não sendo tratadas. Isso além de ver no Jornal, eu vejo aqui no meu mundinho, na minha rua, no meu bairro, na minha cidade.
Eu não sou psicóloga, nem formada em nada nesse ramo, mas sou mãe. E posso dizer que os filhos são nossos espelhos, eles agem da mesma maneira que agimos. Muitas vezes não percebemos, mas eles estão prestando atenção em tudo.
Vejo crianças agindo de uma forma linda, doando, sendo carismáticas, amigas; mas vejo crianças egoístas, discriminando outras crianças, agindo como se elas já estivessem no mundo adulto. E quando já conheço ou vou conhecer os pais, vejo que essas crianças estão agindo da mesma forma que eles.
Eu tenho preocupação como essas crianças vão crescer, porque elas vão estar muito perto de nossos filhos, então como resolver o problema se não são os nossos filhos? Foi aí que vi uma palestra que me comoveu muito, a mensagem passada não é só para os filhos mas para a família toda, como eu sempre digo deixando as diferenças religiosas de lado, vamos ler como aprendizado:

Os filhos aprendem com os pais, somos espelho de nossos filhos

Lucas 2, 41-52


Mara: Esse Evangelho traz um pouco da história de Jesus, o evangelista diz que Jesus crescia em sabedoria, tamanho e graça. Ele narra a vivência de Jesus com sua família. Foi dentro dessa convivência familiar que Jesus crescia em estatura, sabedoria e graça.
Essa é uma explicação do nosso crescimento humano, crescemos no seio de uma família e isso é muito importante para nós, por isso que Deus quis que nascêssemos no seio de uma família. Ser família não é só ter pai e mãe, é preciso convivência para que todas as coisas se desenvolvam em nós.

A palavra convivência é estar vivendo junto, mas não só viver junto que faz a convivência, é uma experiência que marca e transforma a nossa vida, onde adquirimos experiência que enche nosso ser. Não basta viver juntos, se não temos uma vivência, é necessário a troca de experiência.

Os filhos aprendem com os pais, somos espelho de nossos filhos. Todo ensinamento da vida passa pela convivência familiar. Há um erro pensar que ser dermos cinco minutos com qualidade ao nosso filho é suficiente, não. A qualidade precisa de tempo. É preciso dar tempo e qualidade também para nossos pais e esposo. Você conhece seu filho quando ele está triste? Quando seu marido está triste? Se não tiver convivência você não consegue saber.

Diácono Paulo Lourenço: Dê a prioridade para sua esposa, a Mara para mim é um presente de Deus. A família é uma escola de enriquecimento humano, nós nos enriquecemos com o outro. É na família que a gente aprende o que é o amor. Eu que me dou ao outro e outro que se dá a mim. Às vezes fazemos muitas coisas e esquecemos o essencial. Somos gente e gente precisa de carinho. Dê prioridade aos seus filhos.

É preciso investir em criar momentos de carinhos, precisamos sair juntos. Nós precisamos construir esse enriquecimento humano, é preciso perdoar os erros e enriquecer os valores. Toda pessoa tem valor é só começar a observar. É preciso resgatar na família um lugar de paz. Enriqueça sua família e dê valor para ela.

Diácono Paulo Lorenço e Mara
Casal consagrados a Comunidade Canção Nova

Beijos

Categories:

8 Responses so far.

  1. Somos a referência maior para nossos filhos, não tem como negar, mas o importante é que sejamos pessoas de bem, de caráter e integros, com certeza nossos filhos terão grandes chances de serem pessoas com principios fortes e estabelecidos
    beijocas

  2. Cuidamos de relações familiares que são a base de toda sociedade.
    A família bem estruturada comporá uma sociedade mais justa e humana.

    Além de obsercar filhos e maridos e tentar suprir suas necessidades emocionais, físicas e psicológicas temos o mais importante: o exemplo.
    Nada adianta falar sobre integridade se deslizamos em mentiras.
    O exemplo é uma xcelente lição.

    Parabéns pelo post, adorei!

    =)

  3. Nossa falou tudo, minha filha me imita em tudo que faço, as vezes eu tenho que tomar cuidado no que eu falo e faço, porque sei que ela me pega como referencia.
    adorei o post acho que bem por ai mesmo!!
    bjss Helo

  4. c r i s says:

    Olá! Acho que isto está em todos os lugares, em todos os mundinhos, é muito difícil conviver com mini adultos, às vezes erramos também, pois não somos perfeitos, mas o essencial acho que é ter bom caráter, integridade e respeito... as crianças não se esquecem disso!! Bjo!

  5. Beta says:

    É...
    As crianças, cada vez mais espertas, já nos superam em muitas coisas...
    E realmente prestam atenção em tudo que fazemos...

  6. Ro says:

    Oi Gi.
    Pra mim um dos maiores problemas hoje em dia , é que os pais querem ser amigos do filhos.
    Seu filho já tem amigos , ele precisa é de pai e mãe que o direcionem. Tenho uma amiga que se desespera quando sua filhinha de 7 anos diz: Se não fizer , ou der o que quero , então não gosto mais de você.
    Arrreee!! Me poupe!!
    Cansei de ser chamada de megera e bruxa por minha filha , hoje já adulta ela diz que vai criar os filhos igualzinho eu a criei.
    Não é só dar exemplo , tem que cobrar todo dia.
    Filho que o mundo cria , é igual cachorro com dois donos , ou não obedece ninguém ou morre de fome.
    Mil beijos.

  7. Olá amiga, pode me chamar de você. Adorei seu carinho, me incentiva a cadadia mais falar do meu trabalho com vocês.Quanto a sua postagem, a melhor faculdade é a de ser mãe, e isso você já é. Acho que tem toda razão, e sinto pena de crianças que não podem ser felizes e dessas mães que não foram felizes e reproduzem sua vida nos filhos. Bjks

  8. Marilia says:

    Meninas, obrigado pela opinião e acho que todas concordam que o exemplo é tudo. Nada adianta aquela frase: Faço o que digo mas não faça o que faço! Acho que isso já era, como dizer à uma criança para não fazer se a gente faz? às vezes eu peco nisso (mas sou humana né?!), mas me policio bastante. valeu!

Leave a Reply

Comentários são muito bem vindos, sempre, a opinião mesmo que contrária será sempre respeitada. Porém aqueles que fugirem às regras do respeito mútuo não serão publicados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.